Publicidade
politica

, ,

Você conhece as propostas de governo do seu candidato?

Tribunal Superior Eleitoral disponibiliza as fichas dos políticos que disputarão as eleições municipais
postado por jornalismo em   27/09/2016

Por Amanda Simpson

No mês de outubro acontecerão as eleições municipais, nas quais os eleitores decidirão quem atuará nos próximos quatro anos nos poderes Executivo e Legislativo do município no qual votam. De acordo com a página do Tribunal Superior Eleitoral, em São Bento do Sapucaí (SP), três candidatos concorrem à Prefeitura, enquanto 88 disputam as vagas da Câmara Municipal. A escolha dos políticos, contudo, deve ser feita de forma consciente. Nas pequenas cidades e municípios do interior, é comum que a personalidade do candidato conquiste mais votos do que as propostas apresentadas por seu projeto de governo. Desta forma, ao invés de analisar as ideologias do pretendente e suas respectivas ambições políticas, o eleitor – às vezes de forma instintiva – é induzido por familiaridades e direciona o voto à pessoa, não às ideias.

No dia 29 de setembro termina a exibição das propagandas eleitorais gratuitas. O mecanismo tem o objetivo de permitir que os políticos exponham suas propostas e planos de gestão. A participação de todos os candidatos deve ser garantida, no entanto, de acordo com a Lei nº 9.504 (Lei Eleitoral), 90% do tempo de propaganda é proporcional ao número de representantes dos partidos na Câmara dos Deputados, e somente os outros 10% são divididos de forma igualitária. Ou seja: na prática, os partidos maiores (PSDB, PT, PMDB, etc.) possuem mais tempo de inserção publicitária do que os menores.

Desta forma, se há um discreto privilégio na propagação de determinadas campanhas, como é possível conhecer a fundo os projetos que os candidatos pretendem desenvolver caso sejam eleitos? As redes sociais são ótimos dispositivos comunicacionais, pois, neste caso, facilitam a interação. Contudo, além de verificar se o político utiliza as plataformas digitais, é válido acessar o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), já que o portal disponibiliza um registro dos políticos que concorrerão aos cargos municipais nesta eleição. Por meio deste mecanismo, o eleitor encontra uma ficha que contém dados como: data de nascimento, grau de instrução, ocupação, coligação do partido, lista de bens declarados, propostas defendidas pelo candidato, etc. Para acessar, basta clicar aqui, escolher a região brasileira de interesse (no caso, o Sudeste), escolher o estado (SP) e procurar o nome da cidade e/ou município. Constam no site as candidaturas dos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Verifiquei a ficha dos que disputam a Prefeitura de São Bento do Sapucaí e concluí que todos incluíram no portal seus respectivos projetos de governo.

Acredito que, em uma eleição, pertença ela ao âmbito municipal, estadual ou federal, os cidadãos não devem eleger apenas um indivíduo e sua reputação para administrar os interesses públicos. É fundamental que o povo tenha a consciência de que, mais importante do que votar em alguém, é votar em ideias, em planos, em intenções e iniciativas. Por isso é necessário que o eleitor conheça e analise o projeto de governo dos candidatos de seu município, pois simpatia, eloquência e tradição familiar não são suficientes para proporcionar desenvolvimento urbano, aumentar a qualidade dos serviços públicos e prezar pelo bem-estar da população.

 

Amanda Simpson é jornalista e pós-graduanda em Globalização e Cultura pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo.


Deixe sua opinião

Os comentarios desta página não representam a opinião do Portal Acontece São Bento.

Publicidade