Publicidade
noticia

, , , , ,

Bauzera – A Cerveja das Montanhas

Ao unir a paixão pelas montanhas e pela cerveja, casal de alpinistas lança cerveja artesanal com o sabor da Mantiqueira.
postado por jornalismo em   13/10/2015

 

DSC_9395

Foto: Arquivo pessoal

Resultado da paixão pelas montanhas e pelas cervejas do casal de escaladores Eliseu Frechou e Ana Fujita, após meses de estudos e tentativas nasceu a Cervejaria Bauzera, que leva aos apaixonados pelas cervejas artesanais o sabor e o estilo de vida da Serra da Mantiqueira.

 

A ideia de produzir cerveja artesanal já estava na mente do casal de escaladores há algum tempo e foi tomando forma a medida que eles notaram a expansão do mercado da cerveja artesanal no Brasil, que cresce de 20% a 30% ao ano e cada vez mais cai no gosto do público. “Já conhecíamos este jeito de produzir cerveja de uma forma mais personalizada ao nos depararmos com cervejas produzidas por micro cervejarias nos EUA e notamos que estas cervejas são infinitamente superiores às cervejas feitas com cereais como milho e arroz”, explica Ana.

 

Para a fabricação das cervejas, Eliseu e Ana participaram de cursos, conversaram e fizeram cerveja com amigos que já dominam o processo há anos. “Mesmo fazendo cursos, descobrimos que a maior parte do conhecimento é empírico, ou seja, tem-se que fazer para aprender”, afirma. A produção da Bauzera é feita através da água pura que vem da Serra próxima a Pedra do Baú, maltes de cevada nacionais, argentinos, alemães, ingleses e belgas, lúpulo importados de países como a República Tcheca, EUA, Alemanha e Austrália, além do açúcar, que produz o álcool na primeira fase da fermentação em barril e as leveduras (fungos), que na segunda fase de fermentação, que dura aproximadamente 6 meses, são responsáveis pelo sabor picante ou frutado de alguns estilos de cerveja, como a Witbier.

 

Lançada simultaneamente nos bares e restaurantes da cidade no dia 3 de Outubro, aBauzeratem quatro sabores: a refrescante Blonde Ale, uma mistura cuidadosa de maltes de cevada, aveia e lúpulos, a vermelha Red Ale, tradicional receita irlandesa que tem o caráter seco e marcante, a belga Witbier, com características cítricas, picantes e apimentadas e a escura Black Ipa, cujo amargor lembra chocolate e café.“O lançamento foi uma festa que aconteceu em todos os bares que acreditam na ideia de serpossível São Bento do Sapucaí ter uma cervejaria de alto nível. Tivemos sucesso nesse objetivo, tanto que recebemos muitos e-mails e mensagens de pessoas de outras cidades elogiando e querendo conhecer a fábrica”, conta Ana.

 

garrafasBAUZERA

Rótulos da Bauzera

Hoje, os mestres-cervejeiros tem uma produção estimada em 6 milgarrafas que, neste primeiro momento, serão distribuídas somente em bares e restaurantes de São Bento do Sapucaí. Entre os próximos passos, está uma maior estruturação da fábrica, abertura do mercado em cidades vizinhas e a viabilidade econômica do negócio.

 

A loja está aberta de segunda a sexta, das 12h as 17h, e nos sábados, das 13h as 20h, na Estrada dos Serranos, 1505. Além de saborear a Bauzera em seu local de origem, é possível visitar a fábrica com horário marcado previamente. É só agendar!

 


Both comments and pings are currently closed.

Comentários encerrados.

Publicidade